Motos para Trilha

Honda tem novidades de motos off-road

+ Motos para Trilha

Moto Honda

Os esportes de alta velocidade agradam um público fiel e estão conquistando cada vez mais novas pessoas que, até então, eram totalmente leigos no assunto. As categorias de duas rodas ganham destaque. As motocicletas, por permitirem manobras radicais, são uma das queridinhas dos aventureiros, que podem usá-las em diferentes modalidades, como o motocross.

Esporte disputado em circuito de terra, o motocross tem como uma das regras básicas as tais manobras radicais, já que o terreno é irregular e exige muita habilidade com o veículo para que o percurso seja completado. Quem quer praticar esse esporte, além da moto, claro, precisa ter todos os itens necessários de proteção como roupas especiais, capacete, óculos, luvas e protetores específicos.

Confira o vídeo a seguir e sinta a adrenalina e ao mesmo tempo as dificuldades encontradas pelos praticantes de motocross:

As motos podem ser das mais variadas, desde protótipos - motos que rodam normal nas ruas, mas com algumas alterações feitas pelo piloto como retirada de alguns objetos - e as de fábrica, específicas para serem usadas na terra. Esses veículos se subdividem em algumas categorias: MXJR, 65cc, 85cc, MX2, MX1 e MX3. O que muda entre as motos dessas categorias é o motor, de 2 ou 4 tempos e as com cilindradas cúbicas que variam de 65 até 290.

Entre as montadoras, a Honda - marca nipônica - se destaca. Entre as diversas opções, existem moto Honda de trilha ou de motocross. Em 2012, os modelos off-road (para serem usados fora da estrada e que servem para esportes como motocross e trilha) foram remodelados, como as antigas CRF 450R e CRF 250R, que ganharam algumas melhorias no motor, nas suspensões e no design.

A primeira moto Honda citada - que se encaixa na categoria MX1 e é modelo campeão de motocross americano da última temporada de competições - já tinha ganhado um upgrade em 2009 e, um ano depois, ganhou uma irmã quase gêmea, com as alterações necessárias e que atendessem os interesses e necessidades dos motociclistas. Agora, ela foi especialmente completada para atingir os profissionais de terra sem que haja futuramente problemas e necessidade de manutenção. Além disso, o veículo ganhou mais tração e melhor suspensão.

Além disso, o motor é mais leve e compacto - dando mais liberdade para a pessoa controlar manobras especiais -, e a área que liga a suspensão traseira ao quadro central foi totalmente reformulada para amenizar ainda mais os impactos das manobras. Para completar, a mola do sistema traseiro também ganhou alguns retoques para trabalhar ainda mais em conjunto com o quadro, o que possibilita o maior controle do piloto sob a moto durante a subida do salto e durante a aterrissagem.

Aqueles mais preocupados e talvez um pouco irritados com o barulho que o veículo faz, podem ficar despreocupados. O novo modelo tem uma injeção eletrônica otimizada, que diminui os ruídos e melhora o desempenho.

O segundo modelo de motocross Honda, que se encaixa na categoria MX2, também é uma das preferidas dos adeptos ao motocross. A versão 2012 da CRF 250R oferece um melhor desempenho em baixas e médias rotações, já que tem novas válvulas de escape. O motor, desta vez, faz parte da terceira geração da Unicam.

Este modelo foi projetado para passar muito mais segurança ao piloto. Ele tem novas suspensões, incluindo um monoamortecedor na parte traseira, um novo corpo de acelerador, um virabrequim inédito, que aumenta a vida útil do motor, e pedaleiras em tamanhos maiores do que as do modelo anterior. Apesar disso, o sistema de freio não mudou e se mantém simples de 240mm nas duas rodas.

A moto, que se tornou ainda mais "amiga" de seu piloto, também é "amiga" da natureza. O escapamento respeita as leis de emissão de poluentes além de, como o primeiro modelo, ter menor propagação de ruídos.

O público específico provavelmente esperava uma embreagem hidráulica, que é utilizada nos modelos de competição das equipes oficiais nos campeonatos Mundial e Americano, mas este item ainda não está incluído nesses lançamentos da Honda.

Um outro modelo da Honda que também ganha destaque entre os motociclistas é a CFR 450X. Ela dispões de grande potência através de um motor de 450 cilindradas e um sistema de lubrificação para a caixa de marcha de 5 velocidades. A compressão e os ajustes do amortecedor alteram a sensibilidade do veículo, se adequando ao piloto e também à pista instável e cheia de surpresas do motocross.

Essas motos de competições da Honda são encontradas em lojas que vendem modelos importados e também sob encomenda.

A Honda desenvolve um trabalho de 40 anos no Brasil e, com o passar dos anos, desenvolve novos modelos que respondem a todas as necessidades do esporte e são apropriados para aqueles que querem apenas se divertir e aprender sobre o esporte até aqueles que participam de competições oficiais.

NOVIDADES

Cadastre-se para receber nossas dicas e notícias



Links Úteis

Tabela de Motos da Fipe

Antes de comprar, financiar sua moto consulte o valor de mercado através da tabela fipe.

As informações aqui contidas são de utilidade pública, não possuímos vínculos com nenhuma das empresas citadas e não nos responsabilizamos por alterações nas condições dos serviços citados.